sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

A viagem surrealista de Veríssimo

Aqui em casa cada um tem seu livro preferido. O meu marido já veio logo cobrando os seus: "Você tem que colocar no blog a dica do Eugênio, o Burro; Borba, o gato; e As aventuras do Avião Vemelho". Os dois primeiros são da genial Ruth Rocha com os desenhos bacanérrimos da Mariana Massarani. Realmente são ótimas leituras. Eugênio é um burrinho bem teimoso, que não quer fazer nada que os pais pedem. Quem não conhece um Eugênio? Já Borba é um gato metido a policial. Ele não se conforma com a interdição do destino que o fez gato e não cão policial e luta até o fim por seu sonho. Um obstinado. O último é do Érico Veríssimo, um dos meus escritores preferidos. Isso mesmo, o Veríssimo pai é autor de seis divertidos livros infantis. A minha edição é de 1983, da Editora Globo, com ilustrações de Vera Muccillo. Mas os livros podem ser econtrados em uma edição recente da Companhia das Letrinhas, com ilustrações da Eva Furnari. As histórias são uma confusão. Com certeza foram brotando da imaginação de nosso genial escritor no momento de colocar os filhos para dormir. São narrativas que misturam várias histórias clássicas e situações domésticas. O herói ou o anti-herói de As Aventuras... é o menino Fernando que pisa no rabo do gato, joga água quente no cachorro e pedra nas galinhas. Enfim, um típico peralta do século passado que se mete em uma viagem surrealista com um urso de pelúcia, um boneco negro e uma lata de biscoito. A bordo do avião vermelho, Fernando transforma-se no Capitão Tormenta. Bom... só lendo para crer em tanta imaginação. O resultado é que Pedro, meu filho, um pouco Eugênio, um pouco Borba e um pouco Capitão Tormenta, acaba sendo vencido pelo sono antes que as aventuras de Fernando cheguem ao fim. Afinal, é um livro de fôlego.

2 comentários:

Mariana disse...

Oi, Luciana!
Também sou jornalista, moro em Salvador e queria te parabenizar pelo seu blog, é maravilhoso! Tanto q fiz um post no meu indicando o Gato de Sofá e vou linká-lo na minha lista tb.
Tenho um filho de quatro anos e também adoro livros infantis. Me deliciei vendo citados aqui os de Érico Verissimo, q tb estavam entre os meus preferidos na infância. Lembro bem das histórias até hj (a foto da capa do avião vermelho me fez viajar no tempo!).
Tenho um blog de dicas para os pais sobre opções de cultura e lazer para crianças em Salvador. A ideia é mostrar q a cidade tem boas alternativas (q poucos veem ou procuram)fora do roteiro das praias.
Um bj p vc e seus pequenos leitores. E continue nos presenteando com belas referências sobre literatura!
Mariana Carneiro (www.pequenopolis.wordpress.com)

Tiane disse...

Este livro do Veríssimo, fez parte da minha infância e dos meus irmãos também e agora, está na prateleira de livos dos meus sobrinhos. É uma maravilha!